Arquivo mensais:fevereiro 2012

Romero Britto, um homenageado no Carnaval Carioca

Romero Britto (Recife, 6 de outubro de 1963) é um pintor, escultor e serígrafo brasileiro.

É um dos mais premiados pintores pernambucanos da atualidade. Britto alega ter criado suas obras para invocar o espírito de esperança e transmitir uma sensação de aconchego. Suas obras são chamadas, por colecionadores e admiradores, de “arte da cura”. Embora bem-intencionado, os resultados estéticos são bastante discutíveis (isto na opinião de alguns), pois, analisando suas obras com olhar crítico e imparcial, o que encontramos é uma diluição repetitiva e pouco original dos pressupostos da pop art como preconizados por Andy Warhol e Robert Rauschenberg, aos quais mistura certos cacoetes estilísticos típicos da arte gráfica das histórias em quadrinhos. A diluição não é demérito, é o que fortalece essa arte inovadora, é que se propõe Romero, instigar a arte com a alegria das cores.

Continue lendo

Onde está o Amor?

O Amor é perfeito, as coisas não são.
O Amor une as pessoas, as coisas mantêm as pessoas afastadas.

Como podemos acreditar nas pessoas se as pessoas não acreditam no Amor?
Como podemos amar verdadeiramente se o Amor não vive nos corações humanos?
Isto é cruel! Isto é inacreditável!
Isto é triste, mas é verdade…

Podemos dizer Olá, como vai você? você está bem?
Podemos pensar em como tornar a vida melhor.
Não podemos olhar o outro sem pensar em tirar proveito…
Não podemos oferecer uma mão amiga quando o Amor está morrendo.
Nós não podemos viver sem carros.
Nós não podemos viver sem joias.
Podemos?

Continue lendo