Arquivo da categoria: Música

Rock, Pop Rock, Blues, MPB, Samba e afins.

Cazuza – O tempo não para

Cazuza – O tempo não para

Ney Matogrosso – Balada do louco

Ney Matogrosso – Balada do louco

Dizem que sou louco por pensar assim
Se eu sou muito louco por eu ser feliz
Mas louco é quem me diz
E não é feliz, não é feliz

Se eles são bonitos, sou Alain Delon
Se eles são famosos, sou Napoleão

Mas louco é quem me diz
E não é feliz, não é feliz
Eu juro que é melhor
Não ser o normal
Se eu posso pensar que Deus sou eu

Se eles têm três carros, eu posso voar
Se eles rezam muito, eu já estou no céu

Mas louco é quem me diz
E não é feliz, não é feliz

Ednardo – Pavão Misterioso

Ednardo – Pavão Misterioso

Pavão misterioso Nessa cauda Aberta em leque

Me guarda moleque De eterno brincar

Me poupa do vexame De morrer tão moço

Muita coisa ainda Quero olhar…

Pavão misterioso Pássaro formoso Tudo é mistério

Nesse seu voar Ai se eu corresse assim

Tantos céus assim Muita história Eu tinha pra contar…

Legião Urbana – Mais uma vez

Legião Urbana – Mais uma vez

Mas é claro que o sol vai voltar amanhã
Mais uma vez, eu sei
Escuridão já vi pior, de endoidecer gente sã
Espera que o sol já vem

Tem gente que está do mesmo lado que você
Mas deveria estar do lado de lá
Tem gente que machuca os outros
Tem gente que não sabe amar
Tem gente enganando a gente
Veja a nossa vida como está
Mas eu sei que um dia a gente aprende
Se você quiser alguém em quem confiar
Confie em si mesmo
Quem acredita sempre alcança!

Legião Urbana – Quando o sol bater na janela do seu quarto

Legião Urbana – Quando o sol bater na janela do seu quarto

Quando o sol bater
Na janela do teu quarto
Lembra e vê
Que o caminho é um só

Por que esperar
Se podemos começar
Tudo de novo
Agora mesmo

A humanidade é desumana
Mas ainda temos chance
O sol nasce pra todos
Só não sabe quem não quer

Quando o sol bater
Na janela do teu quarto
Lembra e vê
Que o caminho é um só

Até bem pouco tempo atrás
Poderíamos mudar o mundo
Quem roubou nossa coragem?Tudo é dor
E toda dor vem do desejo
De não sentirmos dor

Quando o sol bater
Na janela do teu quarto
Lembra e vê
Que o caminho é um só

novembro azul